A olho nu

Nos Estados Unidos, a Unjustice Watch (Observatório da Injustiça, numa tradução livre) junto com o canal Buzzfeed publicaram o resultado de uma pesquisa que mostrava policiais e seus posts no Facebook considerados racistas, xenófobos ou preconceituosos. A ideia era que, ao revelar como os policiais se comportam nas redes, ficasse mais claro que estas questões não são individuais, mas prática recorrente em toda a corporação, derrubando a “teoria da maça podre”. Toda base de dados está aberta, e você pode buscar comentários feitos nas redes pelos policiais com filtros como cidade, faixa salarial, se está na ativa ou na reserva. Como seria uma pesquisa dessa com os policiais brasileiros?

Link para o projeto: www.plainviewproject.org